Consumidor deve pesquisar antes de optar por portabilidade de serviços

10 abril 2014
Category
Dicas
Geral
Comments  0

Medida publicada na semana passada pelo Diário Oficial da União facilita a portabilidade do crédito imobiliário, ou seja, a troca de banco durante o financiamento da casa própria. Hoje já é possível fazer essa troca de empresas também para os planos de saúde e a telefonia celular.

A mudança da dívida imobiliária de um banco para outro ficou mais simples e o consumidor não tem mais que pagar algumas taxas. Mesmo assim, é preciso analisar quando a mudança é vantajosa, em todos os tipos de serviço.

Dicas do Procon orientam quem está pensando em fazer a portabilidade:

Financiamento imobiliário: Levante o valor total da dívida e quanto ainda está devendo. Antes de mudar, é importante lembrar de que essa transação tem um preço. “Analisar se as despesas com cartório e com vistoria do imóvel são compensadas com essa vantagem no custo do empréstimo do financiamento”, explica Selma do Amaral, diretora de atendimento do Procon.

Telefonia celular: Verifique qual o melhor plano para o seu perfil e tente descobrir se na sua operadora já existe um plano adequado a ele. Elas são obrigadas por lei a fornecer esse levantamento. “Muitas vezes, ele paga por excedentes desnecessários, serviços que ele não utiliza ou tarifas mais alta do que em outros planos de telefonia móvel”, alerta Selma.

Plano de saúde: A vantagem dessa portabilidade é que não há perda carência. “Ele tem que encontrar um plano equivalente dentro da mesma faixa de preço”, sugere a diretora do Procon.

Dívida bancária: Preste atenção no custo total da dívida e não apenas na taxa de juros. Todos os bancos são obrigados a fornecer essa informação.

Depois desses levantamentos, o consumidor deve procurar a empresa para onde ele quer mudar. É a empresa de destino que cuida dessa transferência. Operadoras de plano de saúde e de telefonia celular são obrigadas por lei a atender o pedido, já os bancos podem recusar o negócio.

Fonte: Jornal Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>